Cuide da sua vida! 6 razões para se preocupar com você

Marcio Ferraz      terça-feira, 16 de maio de 2017

Compartilhe esta página com seus amigos

auto conhecimento

Melhore você! Não se preocupe com os outros.

 

Cuide da sua vida! A maioria das pessoas gastam suas energias se preocupando com que os outros estão fazendo, criando, comprando, falando, ou seja, é muito comum se preocupar com que o outro faz.

 

Porém, as energias deveriam ser gastas se preocupando com o seu crescimento, os valores e as atitudes estão invertidas.

 

Neste artigo eu quero compartilhar com você uma história de um monge sábio e seu aprendiz ingênuo que acredito que vai transmitir uma lição para todos.

Você vai descobrir:

  • A história do Monge sábio e o aprendiz
  • As 3 perguntas
  • Um momento para refletir
  • As 6 atitudes de crescimento

 

O monge sábio e o aprendiz

 

Havia um monge muito sábio que ficava meditando em um monastério em uma cidade bem distante próximo as montanhas. O monge sábio tinha um aprendiz que para cumprir sua formação de monge tinha algumas atividades que deveriam ser feitas.

 

Uma destas atividades, era sempre ir até a cidade e observar as atitudes das pessoas e como se relacionavam. Estas observações eram feitas para que tirasse algum ensinamento de valor.

monge conhecimento

 

Em uma das suas visitas a cidade, o jovem aprendiz, observou duas pessoas conversando e falando muito mal dos monges e principalmente do grande monge sábio, que supostamente, era seu mestre.

 

O jovem monge ficou indignado e não estava acreditando que tinha escutado tantas coisas ruins a respeito de seu mestre. Ele retornou ao monastério disposto a contar para o seu mestre, o monge sábio, o que estavam falando sobre ele na cidade.

 

As 3 perguntas

 

Quando chegou ao monastério, pediu ao seu mestre a permissão para falar. O sábio monge indagou ao aprendiz:

 

-Antes de me falar quero que me responda a 3 perguntas. Disse o monge.

O jovem aprendiz meio confuso concordou e pediu para que o mestre fizesse as perguntas.

conhecimento dos monges

 

O sábio monge fez a primeira pergunta:

 

-O que você tem para me dizer é verdadeiro e você sabe de onde iniciou o assunto?

 

O aprendiz respondeu:

-Não mestre, não sei se é verdade e também de onde surgiu.

 

O monge fez a segunda pergunta:

 

-O que você tem para dizer é uma coisa boa?

- Não Mestre. Respondeu.

 

A terceira pergunta foi:

 

- O que você tem para me dizer é importante e vai trazer algum benefício para eu e você?

 

O jovem aprendiz entendendo o que mestre queria lhe transmitir disse:

-Não mestre não é importante.

 

O monge sábio respondeu:

 

-Se o que tem para me dizer não é verdade, não sabe sua origem, não é uma coisa boa, não é importante e também não traz um benefício para nós dois. Você não precisa me dizer, ignore. Preocupe-se com o seu crescimento e com a sua vida

 

O jovem aprendiz entendeu que precisava se preocupar com os seus valores, o que ele tinha que fazer para desenvolver habilidades para ser uma pessoa melhor.

 

Um momento para refletir...

conhecimento reflexão

 

Esta história reflete o que acontece todos os dias com a maioria das pessoas. O desgaste, o estresse, as preocupações com atitudes alheias, com coisas que não diz respeito a ela mesmo.

 

Muitas vezes oportunidades são perdidas por não se preocupar com o crescimento próprio. A oportunidade não se espera, ela se constrói. Busque o crescimento pessoal, o que fazer para melhorar, como fazer e coloque metas e prazos para realizar o que precisa fazer.

 

Direcione suas energias para os seus resultados e suas conquistas.

O que precisa entender é que você é o único responsável pelo seu crescimento, você é responsável pelo que acontece, toda conquista vem do seu próprio esforço.

 

Quando você começa a direcionar suas energias com foco no seu crescimento pessoal e profissional os resultados acontecem e são extraordinários.

As 6 atitudes de crescimento

 

Para que você possa alcançar os resultados é preciso entender e tomar 6 atitudes que visam apenas o seu benefício que são:

 

1. Se você for criticar os outros, cale-se, fique em silêncio. É melhor ficar quieto do que criar antipatia das pessoas ao seu redor.

2. Se for para reclamar, dê sugestões, contribua para o melhor, as reclamações não levam a lugar nenhum, apenas sugam energia positiva e aumentam a negativa.

3. Se for buscar culpados, busque a solução. Promova a solução dos problemas e como minimizá-los.

4. Se é para se fazer de vítima, faça-se vencedor, encontre o caminho da sua vitória, mostre que você conquistou seus objetivos.

5. Se for justificar seus erros, aprenda com eles, busque o crescimento contínuo sem se importar com os outros vão dizer, pois, é errando que se aprende.

6. Se é para julgar as pessoas, julgue suas atitudes. O que você está fazendo é para melhorar a sua vida e de outras pessoas?

 

Lembre-se: Seja autorresponsável. Tenha a certeza absoluta e acredite que você é o único responsável pela vida que você tem levado e suas escolhas. Em consequência disto, entenda que você é o único que pode mudar a sua vida e direcioná-la.

 

Esse artigo foi útil para você ou conhece alguém que poderá se beneficiar, compartilhe nas suas redes sociais e promova o crescimento contínuo de seus mais próximos.

 

Acompanhe nossos conteúdos em nosso blog. Curta nossa Fanpage e faça parte de um grupo de pessoas que buscam sempre o conhecimento, o crescimento pessoal e profissional.

Sobre o Autor

Marcio Ferraz é redator web, coach pessoal e negócios, palestrante. Estudioso do comportamento humano tem como missão ajudar as pessoas a encontrar o melhor caminho para a vida delas, através de processos de coaching, promove o autoconhecimento, foco, planejamento, ação, melhoria contínua e resultados. Saiba mais sobre aqui

 

Comentários

Descubra como o coaching pode ajudar você a alcançar seus resultados